Tijolos de vidro geram sua própria energia solar

Existe um novo bloco revolucionário na construção civil que gera sua própria energia limpa. Pesquisadores da Universidade de Exeter desenvolveram novos e revolucionários blocos de vidro embutidos com pequenas células solares. Não só os blocos geram energia, mas também fornecem isolamento térmico e permitem que luz natural entre em edifícios.

Chamado Solar Squared, os blocos são incorporados durante o processo de fabricação com uma série de elementos ópticos que focam a luz solar em minúsculas células solares. Os blocos são feitos para garantir a máxima absorção solar, mesmo em áreas urbanas difíceis.

“O design modular é completamente escalável e permite uma integração arquitetônica perfeita”, de acordo com uma versão de imprensa da Exeter. “A natureza simplificada da tecnologia permite que ela seja incorporada em materiais de construção convencionais, o que significa que suas aplicações são inúmeras”.

Blocos de vidro geram sua própria energia solar

Blocos de vidro geram sua própria energia solar (Foto: Solar Squared, Exeter University)

O professor Tapas Mallick e o Dr. Hasan Baig, juntamente com o gerente de comercialização da IIB, Jim Williams, esperam que seu projeto de patente pendente revolucione o setor de construção.

“A implantação da tecnologia solar padrão é limitada pelo grande requisito da área e pelo impacto visual negativo”, disse o Dr. Baig, do Instituto de Meio Ambiente e Sustentabilidade da Cornualha. “Queríamos superar essas limitações através da introdução de tecnologias que se tornam parte do envelope do prédio. Agora temos a capacidade de construir tecnologias solares integradas, acessíveis, eficientes e atraentes como parte da arquitetura do edifício, em locais onde a demanda de energia é mais alta, tendo um impacto mínimo na paisagem e na qualidade de vida “.

Há, no entanto, desafios.

O Dr. Baig diz que é difícil comunicar como o produto de construção tem um propósito duplo e que as expectativas de preço devem refletir o mesmo. “As pessoas tendem a fazer comparações com os painéis solares padrão encontrados nos topos, mas é necessário também incluir o valor do material de construção subjacente para quantificar a proposta de valor”.

Por esse motivo, o grupo pretende assegurar que o Solar Squared custe menos do que os blocos de vidro convencionais com o custo adicional da eletricidade. Atualmente, eles estão buscando sites de testes e investidores – caso você conheça alguém que possa levar isso para o próximo nível.

Fonte meioambienterio.com